Chef Rui Paula | CHEF RUI PAULA FOI COZINHAR À ALDEIA
DESPERTAR OS SENTIDOS Considerado como uma referência incontornável da cozinha moderna, e distinguido com uma Estrela Michelin, os pratos do Chef Rui Paula revelam a memória das suas origens, preservando sabores, texturas, aromas e cores, em surpreendentes recriações, cheias de originalidade. Natural do Porto, a simplicidade e o sentido de humor são traços que lhe vincam a personalidade. Foram as raízes transmontanas que lhe despertaram o gosto pela cozinha, e as mulheres da família – mãe e avó – inspiraram as bases que o transformariam no profissional que é atualmente: apaixonado, original e surpreendente.
41994
post-template-default,single,single-post,postid-41994,single-format-standard,bodega-core-1.0.1,ajax_fade,page_not_loaded,,select-theme-ver-3.2,smooth_scroll,fade_push_text_right,wpb-js-composer js-comp-ver-6.4.1,vc_responsive

CHEF RUI PAULA FOI COZINHAR À ALDEIA

O Chef Rui Paula foi cozinhar à aldeia, sob o mote de promoção dos recursos biológicos e sustentáveis.
Aconteceu no passado 3 de outubro, numa iniciativa promovida pela Amuse Bouche, organizadora do Festival Arrebita que aconteceu em Idanha-a-Nova.

“Sempre que me é oportuno, gosto de dar o meu contributo à gastronomia. Para Idanha trouxe as tripas de bacalhau, com uma base bem tradicional” afirma.
Com uma paisagem deslumbrante, a cozinha do Chef foi num moinho de água, localizado nas margens do rio Pônsul, onde no passado se produzia a farinha de trigo e de centeio e que hoje integram a Rota dos Fósseis, um dos vários percursos pedestres do Geopark Naturtejo.
A próxima presença do Chef, está agendada dia 17 de outubro, no Festival Nacional de Gastronomia em Santarém.